• Revista Gruvi

“Por que tamanha judiação?”: confira as lives que vão animar os festejos juninos na pandemia



Ainda que não possamos acender a fogueira ou soltar fogos, no ano em que não poderemos ir para a Sala de Reboco, Sítio da Trindade, Alto do Moura, Arcoverde, Limoeiro e qualquer outro ambiente que aglomere mais de dez pessoas para dançar um bom rala bucho, a música continuará presente nos festejos juninos.


Afinal, há quem diga que a melhor festa do ano é o carnaval, mas o São João, com certeza, tem um papel fundamental na cultura do povo nordestino e pernambucano, isso não podemos negar. Os festejos juninos sempre nos enlaçam, seja pela comida boa, pelo clima mais ameno do inverno, a reunião de família para curtir a festa, o feriado e, claro, o bom e velho forró. Ora, vai dizer que você não sente nem uma quedinha por esse ritmo gostoso?


Pois é, difícil acreditar que um nordestino não se sinta emocionado e um tanto saudoso ao ouvir Gonzagão, Dominguinhos ou Flávio José, nem que um dia tenha curtido um bom forrozinho com a paquera ou gastado as pernas numa boa roda de coco.


Não podemos negar que a chegada da pandemia deixou tudo mais morgado por aqui e comprometeu os planos de São João de todo mundo. Mas que tal buscarmos alternativas para não deixar de aproveitar a segunda (ou primeira, para muitos) festa mais importante de Pernambuco?


São João do Recife 2020

Já sabemos que a grande sensação do momento são as lives e durante os festejos juninos no Recife elas também estarão presentes, mas não serão o único canal de transmissão do bom e velho forró. Duas Forroviocas vão circular pelos bairros da capital pernambucana, nos dias 23, 24, 26, 27, 28 e 29, das 18h às 22h, levando 48 atrações para os moradores. A cada noite uma Ferrovioca transportará quatro shows pela cidade.


Neste mesmo período, as lives também acontecem no canal do YouTube da Prefeitura do Recife. Até o dia 29, serão compartilhadas mais de 378 apresentações pela internet. Destas, 370 serão gravadas pelos artistas de suas próprias casas para garantir a celebração junina no arraial de cada qual, permitindo que o público faça a festa em casa, no dia e na hora que escolher.


Já nos dias 23 e 29, véspera de São João e Dia de São Pedro, datas que protagonizam o ciclo junino, haverá transmissão de oito shows de grandes artistas diretamente do Sítio Trindade, grande polo dos festejos de São João na capital pernambucana.


Já pensou no São João sem a Capital do Forró?

O que dizer, então, do vazio que é não festejar o maior São João do mundo? Em anos anteriores, nesse período de junho, as caravanas tomavam conta do asfalto rumo ao Agreste do Estado, onde a resenha com amigos e familiares era o esquenta prévio mais garantido e gostoso de viver antes do arrasta pé ferver em Caruaru. Este ano, o imortalizado Rei do Baião não terá o prazer de dar às boas vindas aos forrozeiros, na entrada do Pátio de Eventos.


As consequências são grandes. Para que os cerca de 18 mil trabalhadores diretos e indiretos que estão por trás da produção dos festejos não fiquem de mãos abanando, no entanto, - apesar do prejuízo ser irreparável, simbólica e financeiramente - a Prefeitura de Caruaru encabeçou o São João Caruaru Solidário 2020, que vai arrecadar fundos para a doação de cestas básicas a esses profissionais. Anteriormente, a ideia da prefeitura agrestina era de realizar um grande show virtual, reunindo artistas locais e do cenário nacional.


Os trilhos da vida seguiram outro rumo. Para alguns artistas, o momento é de melancolia e angústia. Não é para menos, o período junino é tudo isso e muito mais. Ainda assim, tristeza é uma palavra que não cabe no São João. Pelo contrário. É hora de viver e de agradecer pela vida, ainda que a saudade permaneça no peito, intocável para não causar rebuliço ainda maior. Pela primeira vez em 40 anos, o que nos resta é encontrar alento, na fé, para aqueles que creem, pedindo por dias melhores, ou simplesmente na força da música, essa que é sinônimo indistinto de vida.


Que hoje, quando olharmos aos céus, depois de alguns goles de cerveja no quengo, a simbólica Asa Branca de Luiz Gonzaga faça ainda mais sentido do que em outros festejos. As lágrimas farão, sim, parte da festa mais nordestina do mundo, mas que São João e seus comparsas juninos criem uma lei divina para que "tamanha judiação" jamais volte a se repetir.


Confira a programação de lives que preparamos para especialmente para você:


São João dos Encontros

Thayse Dias

Douglas Leon

Forró da Mídia

Data: 23 de junho

Horário: a partir das 15h

Transmissão: TV Globo


"Arraiá de São João"

Flávio José

Data: 23 de junho

Horário: 17h

Transmissão: Instagram


"Olha pro Ciel Meu Amor"

Ciel Santos

Data: 23 de junho

Horário: 17h

Transmissão: canal no YouTube


São João no Sítio da Trindade

Michelle Melo

Geraldinho Lins

Silvério Pessoa

Nando Cordel

Data: 23 de junho

Horário: a partir das 19h

Transmissão: canal do YouTube da Prefeitura do Recife


"Arralaive do Alcymar"

Alcymar Monteiro

Data: 23 de junho

Horário: 20h

Transmissão: canal no YouTube


Live São João Que Dá Gosto

Petrúcio Amorim

Geraldinho Lins

Almir Rouche

Data: 27 de junho

Horário: 16h

Transmissão: canal do YouTube da Natto Alimentos


São João do Valença

Alceu Valença

Data: 28 de junho

Horário: 14h

Transmissão: canal no YouTube


São João no Sítio da Trindade

Josildo Sá

Maciel Melo

Petrúcio Amorim

Cristina Amaral

Data: 29 de junho

Horário: a partir das 19h

Transmissão: canal do YouTube da Prefeitura do Recife


Arraial da Musa

Priscila Senna

Data: 04 de julho

Horário: 22h

Local: Mansão do Forró, Caruaru

Transmissão: canal do YouTube Priscila Senna

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© revista gruvi. pernambuco, 2020
revistagruvi@gmail.com

Idealizada em 2020, a Gruvi é uma revista eletrônica sobre música pernambucana. Entrevistas, reportagens, resenhas e ensaios de produções relacionadas a PE.