• Revista Gruvi

Encontros online discutem visibilidade lésbica no meio musical

Agosto é o mês dedicado à visibilidade lésbica, trazendo à tona o debate acerca da presença do corpo lésbico na cena musical. Entendendo que da música se ramificam agências de força e resistência para diversas camadas da sociedade, Luanna Correia, publicitária com formação em políticas públicas LGBTQIA+, percebe que a questão é de "autonomia de expressão da arte". "É importante que a mulher lésbica ocupe esse espaço para que faça ecoar para outras áreas sua expressão", explica. Luanna é responsável pela curadoria da parceria Coquetel Molotov + Conexão Sapatão, um espaço online para fomentar as discussões sobre as políticas de inclusão para os LGBTQIA+ através de dois encontros virtuais.


Os encontros gratuitos acontecem nos dias 19 e 26 de agosto, através da Sympla Streaming pelo Zoom, e tem como objetivo possibilitar uma estratégia de criação de comunidades juntando convidadas e público em geral. Para participar basta se inscrever gratuitamente no Sympla.


“É muito importante a questão da representatividade porque as pessoas vão estar vendo aquilo ali e dando oportunidade para que outras possam se influenciar. Assim ninguém vai se sentir barrado pelo patriarcado, acho que o espaço é nosso mesmo e a gente tem que tomar”, afirmou a DJ Belle que participa do primeiro encontro que tem como tema Representatividade Lésbica na Música e Produção Cultural.


Além de DJ Belle, que preparou um set especial todo feminista e da black music, participam do encontro desta quinta-feira (19), as cantoras Bel Baroni e Lewa D’Oxum e a DJ Luana Hansen. Apesar do acesso ao encontro ser livre, os participantes podem fazer uma doação no momento da inscrição, as contribuições serão revertidas para a organização Gestos Soropositividade, Comunicação e Gênero.


No segundo encontro, que acontece no dia 26 de agosto, o Call Center feat Conexão Sapatão aborda a temática Representatividade Lésbica na Produção de Conteúdo e conta com as participações de Ana Luiza Gonçalves, jornalista e editora da Lésbi, revista voltada para mulheres que se relacionam com mulheres; Larissa do Lesbicas Na História, pesquisadora independente de História da Lesbianidade, que também é idealizadora do Contrate uma Lésbica, iniciativa para divulgar sapas microeemprendedoras e autônomas.


A rapper e poetisa Jéssica Caitano, integrante do Radiola Serra Alta e do projeto Surra de Rima ao lado do DJ e Produtor Chico Correa, realizará um pocket-show para encerrar o evento. Para além da carreira musical, Jéssica é brincante da cultura popular há 13 anos, presidente da Fundação Cultural Ambrosino Martins e idealizadora do projeto de coco e poesia A Cristaleira, que narra sua vivência na zona rural com suas avós.



31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
frufru.png